Últimas do Blog

10 Passos para Construir um Poderoso Negócio

Quer melhorar a produtividade e satisfação da sua equipe?

Relações do trabalho menos conflituosas geram aumento de produtividade e eficiência na produção.
SAIBA MAIS
10 Passos para Construir um Poderoso Negócio

A impressionante metamorfose da força de trabalho!

Você esta pronto para enfrentar os desafios da Gestão de Pessoas nas Organizações?

SAIBA MAIS

PSICOPATAS CORPORATIVOS

Cícero Penha

Empresas estão cheias de psicopatas, com poder legítimo ou legitimado.
 
São aqueles que Katia Mecler em seu livro Psicopatas do Cotidiano classifica em vários estilos e que podem estar em todo lugar, principalmente em organizações. 
 
Psicopatas não babam, nem tem convulsões. São pessoas inteligentes, proativas, mas manipuladoras, autoritárias e cheias de manias. Não é difícil identificá-los. 
Exemplo de imagem
Está no chefe que usa o poder para demonstrar-se como dono da verdade, manipular as pessoas, coagi-las a concordar com tudo o que ele fala, dizer ou ensinar algo e fazer outra completamente diferente.

Também está no colega da área que mente repetidamente, joga um contra o outro, entrega os parceiros para se mostrar do lado da empresa, apresenta como seu o trabalho de outrem, empurra tarefas para colegas e ainda reclama e protesta veementemente quando contrariado. Possui uma cara na sua frente e outra por detrás.

Tem uns que falam sem parar e não deixam ninguém expor, tem outros que concordam com tudo, falam, pouco mas agem premeditadamente ao contrário do combinado deixando colegas em situações difíceis ou prejudicando a empresa de diversas maneiras.

Numa reunião só ele fala e ai de quem o contrariar.

Psicopata corporativo geralmente é uma pessoa que usa a inteligência, puramente para satisfazer seu ego, são frios com o sentimento dos outros, fazem intrigas e se passam por anjos, tem uma capacidade enorme de arquitetar planos para conseguir seus interesses pessoais mesmo que prejudique outros. Usam o nome da empresa ou seu cargo só em benefício próprio.

Fique esperto! pode ter um desses ao seu lado.
Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!

Carreira, o que você tem para vender?

Cícero Penha

Pesquisas apontam para o desaparecimento do emprego no mundo inteiro. A grande vilã é a tecnologia, impulsionada pela Inteligência Artificial. Isto tem afetado a esperança e a ansiedade de tantos. 

Mas calma lá! Robôs, drones, sistemas e outras modernidades não se movem sozinhos. Há que sempre que ter um ser humano habilitado por trás, para programar, para operar, para dar manutenção e até para desenvolver novas aplicações. 

Enquanto milhões de empregos, maioria mal remunerado, estão desaparecendo, outros tantos estão sendo criados pela demanda de trabalho. Trabalho continuará existindo, e muito, com novos tipos de vínculos, mais inteligentes e mais flexíveis. 
Exemplo de imagem
O que isto tudo representará na carreira profissional? Ter diplomas e cursos não bastarão. A empregabilidade virá cada vez mais por aquilo que você souber fazer bem feito e com diferenciais. Não haverá mais moleza, para quem não tenha uma boa qualificação e especialização. As máquinas substituirão o trabalho bruto, pesado, repetitivo e chato.
Quer ter trabalho a vida inteira? Transforme seu conhecimento e habilidades em algum produto ou serviço e encontre quem se interessa por comprá-lo, seja avulso ou com exclusividade. Em vez de um emprego único, um portfólio de clientes, só seu. Portanto, crie você mesmo sua empregabilidade, sua marca profissional. Complicado, mas simples assim!

Cicero Penha é especialista em gestão de pessoas e Presidente da Ser Humano Consult
[email protected]
Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!

Você está sendo leal ou fiel a sua empresa?

Entenda a diferença entre lealdade e fidelidade.

Fidelidade é seguir os passos do outro a qualquer custo, mesmo diante de erros, mesmo que esse alguém esteja lhe levando para o abismo. Sempre sobre a ética da obrigação e da obediência cegas.

Lealdade é ser correto e justo com o outro. Não deixá-lo cair em desgraça. Fazer tudo para ajudar e defender lhe do mal, estar junto para fazê-lo crescer e não pelo interesse em sugar-lhe ou obter proteção.

No mundo corporativo muitos profissionais se orgulham de serem fiéis às suas empresas sob a ilusão de que elas também lhe devam ser fiéis mesmo que sejam incompetentes ou improdutivos.

Exemplo de imagem
Por essa ética acham que nunca devam ser demitidos.

Ser Leal a sua empresa é procurar fazer as coisas corretas, dar o retorno justo pelo investimento e o salário que ela lhe paga. Ajudá-la a prosperar, cuidar de seus clientes e ajudar corrigir suas falhas e erros. Ganhar fazendo a empresa ganhar.

Sob essa ética a relação de trabalho é uma troca justa e saudável e a empresa sempre será uma plataforma de alavancagem de carreiras e do ganho justo e merecido.

O fim da relação de trabalho será apenas um acontecimento normal para que a empresa renove quadros e o empregado passe a ter outra fase em sua carreira. Sinônimo de relação madura e consciente.
Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades

Quer melhorar a produtividade e satisfação da sua equipe?

Relações do trabalho menos conflituosas geram aumento de produtividade e eficiência na produção.

A chave para o sucesso de uma organização pode estar nas Relações do Trabalho que são as regras que regem a relação entre trabalhadores e empregados.
Exemplo de imagem
Para garantir um bom clima organizacional, segurança e motivação, é importante que as empresas e os trabalhadores saibam, com segurança, dos seus direitos e deveres na relação trabalhista.

Como implementar ou melhorar as Relações de Trabalho na sua empresa:

• Defina regras claras;

• Escreva as regras com linguagem de fácil compreensão;

• As regras devem ser modernas, levando em consideração as particularidades de cada empresa;

• Deve ter uma certa flexibilidade nas regras;

• Algumas regras devem ser passíveis de negociação.

Assim é possível reduzir conflitos e aumentar a segurança jurídica das empresas e dos trabalhadores.

Neste sentido, para facilitar o desenvolvimento das empresas e a geração de empregos e também como forma de se adaptar às novas formas de trabalhar, em 2017 foi regulamentada a terceirização e a Lei 13.467/17 da reforma trabalhista.

Ainda temos muito que evoluir nas relações de trabalho e, por isso é fundamental continuar avançando, implementando as novas leis e modernizando cada vez mais essa relação entre empregadores e trabalhadores.
Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!

Você esta pronto para enfrentar os desafios da Gestão de Pessoas nas Organizações?

A impressionante metamorfose da força de trabalho e os desafios gerados.

• Mudou o nível de informação;
• Mudou a forma de obter conhecimento;
• Mudou a maneira de trabalhar e a gestão da atenção;
• Mudou o estado de espírito das pessoas;
• Mudaram as aspirações;
• Mudou a forma de treinar;
• Mudaram os conceitos de cargos, carreira e remuneração;
• Mudaram os fatores motivacionais no trabalho;
• Mudaram os vínculos.


Há um conflito de gerações não muito inteligente que supervaloriza o novo e despreza a sabedoria do velho. As pessoas estão mais informadas, mais instrumentalizadas, mais impacientes, estressadas e ansiosas. Neste ambiente o jeito de motivar tem novas regras e exige novas habilidades que nem sempre os líderes as possuem.

Exemplo de imagem
E na sua empresa , o que mudou?

• Seu RH entende de gente e de gestão distribuída ou só de controles e legalismo?

• As lideranças são educadoras e inspiradoras ou continuam gerindo pessoas na base do "manda quem pode e obedece quem tem juízo"?

• A cultura é de alta performance ou fragmentada e cheia de igrejinhas ?

• O ambiente é de compartilhamento ou é rígido e deteriorado?

• Cliente é a maior razão de todos ou é problema da área comercial?

Empresas com modelos como este estão fadadas ao insucesso e os empreendedores jamais entenderão onde erraram.

Quando não há atenção a esses fatores há um prejuízo incalculável com baixa produtividade, ausência de inovação e desprezo pelo cliente.

Para ajudar a mudar esse panorama é melhor recorrer a profissionais com experiência de anos lidando com talentos em organizações e com uma visão bem pragmática de tudo isto.
Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades